Notícia

Abate de bovinos fica estável no 2º trimestre deste ano

Mato Grosso continua liderando amplamente o abate de bovinos, seguido por seus dois vizinhos do Centro-Oeste: Mato Grosso do Sul e Goiás No 2º trimestre de 2016, foram abatidas 7,63 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária. Essa quantidade foi 4,5% maior que a registrada no trimestre imediatamente anterior e praticamente igual (variação de -0,05%, ou menos 3,64 mil cabeças) a do 2º trimestre de 2015. A informação faz parte do levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e foi divulgado nesta quinta-feira, dia 15Entre as 25 unidades da federação que participam da pesquisa, o abate de bovinos teve redução em 12 e aumentos em 15. As reduções mais expressivas ocorreram em Minas Gerais (-98,52 mil cabeças) e São Paulo (-34,47 mil cabeças), enquanto os maiores aumentos ocorreram em Rondônia (+81,48 mil cabeças), Mato Grosso (+48,63 mil cabeças) e Mato Grosso do Sul (+36,83 mil cabeças). Mato Grosso continua liderando amplamente o abate de bovinos, seguido por seus dois vizinhos do Centro-Oeste: Mato Grosso do Sul e Goiás. fonte: IBGE