Notícia

Prorrogada para março de 2017 a implantação da Nota Fiscal Eletrônica para produtores rurais

A medida foi anunciada pelo secretário adjunto da Fazenda, Luiz Antônio Bins O prazo para implantação da nota fiscal eletrônica na substituição do Talão do Produtor foi prorrogado para 31 de março de 2017. A medida foi anunciada pelo secretário adjunto da Fazenda, Luiz Antônio Bins, após reunião na Secretaria Estadual da Fazenda nesta quarta-feira (21/09). O prazo inicial era de 1º de outubro de 2016. Representantes de Federações aguardam esclarecimentos sobre a forma como o sistema será implementado. A dificuldade no acesso à internet no interior do estado motivou alteração, que já havia sido solicitada pela Farsul em janeiro de 2016. A prorrogação não abrange produtores com CNPJ. Eles tiveram a data de 1º de dezembro de 2016 para início da operação mantida, exceto silvicultura. A saída do segmento pecuária por vendas, inicialmente com prazo para 1º de janeiro de 2017, também foi alterado para o final de março. O secretário da Agricultura, Ernani Polo, propôs a criação de um grupo de trabalho para debater definições e esclarecimentos sobre a adesão à nota eletrônica. A Farsul foi representada pelo seu presidente, Carlos Sperotto, e pelo diretor administrativo, Francisco Schardong. Também participaram o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, e representantes de demais Federações. FARSUL - Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul